“Um dos meus sucessos na vida foi que, apesar de todas as loucuras que fiz, era perfeitamente normal: escolhi fazer essas coisas, não foram elas que me escolheram.”
Charles Bukowski. (via reatou-se)

Aquele momento em que eu digito uma url que é a-s-s-i-m:

maravilhanaervilha:

image


“Bem no fundo, os jovens são mais solitários do que os adultos.’ Li isso em algum livro e ficou na minha mente. Pelo que posso dizer, é verdade.”
O Diário de Anne Frank.  (via imunidades)

“Vem comigo procurar algum lugar mais calmo, longe dessa confusão e dessa gente que não se respeita. Tenho quase certeza que eu não sou daqui.”
Legião Urbana.   (via imunidades)

“Meu pai tentou colocar fogo na minha mãe e isso deixou ela com a cara deformada. Todos os dias, eu escrevo uma carta anônima dizendo que eu acho ela a mulher mais bonita que eu já vi, e coloco na caixa do correio. Ela chora sempre que abre as cartas. Ela ainda não sabe que sou eu.”
Desconhecido.   (via imunidades)

“Hoje em dia as pessoas se preocupam mais com a atualização de status de relacionamento no facebook do que com o próprio relacionamento. Se encantam pelo fato do “estou em um relacionamento serio” e perdem todo o encanto do namoro. Felicidade é pra ser vivida e não exposta. Não perca tempo com certas futilidades, cuide do que é seu.”
Rafinha Bastos. (via perdoamos)

“Em duas palavras eu posso resumir tudo que aprendi sobre a vida: ela continua.”
Clarice Lispector.    (via imunidades)

“Talvez eu chore se você não voltar. É que eu me apaixonei, me apaixonei sem perceber. E agora já não me imagino sem você. E você, ainda pensa em mim?”
Caio Augusto Leite. (via imunidades)

“Com o passar do tempo algumas coisas foram deixadas para trás. Não somente coisas, também pessoas, e algumas lembranças. Rostos que eu antes conhecia, hoje não me recordo mais. Os supostos melhores amigos, aos poucos se tornaram desconhecidos. Talvez eu nunca compreenda o que me faz falta. Quem sabe a vida só tenha trocado as peças e eu ainda não aprendi a jogar.”
Dois tons de amor.  (via doistonsdeamor)


“Você pode sobreviver, mas sobrevivência não é vida.”

Osho.

(via reincarnou)

“Porque apesar da sua cara de brabo, você é tão fácil, tão leve, tão solto, tão tudo que eu sempre quis.”
Gabito Nunes     (via motivando)

“Minha felicidade parece ter prazo de validade, eu nunca vou conseguir ser feliz por muito tempo, sempre vai ter algo ou alguém para tirá-la de mim. É como se eu tivesse feito alguma coisa muito ruim para ela, que agora se vinga de mim, pouco a pouco.”
Eternue.   (via imunidades)

“Eu tenho medo do escuro, tenho medo do mundo, das pessoas que dizem “eu te amo”. Tenho medo do futuro, de me perder nesse dilúvio, de não saber o que fazer. Tenho medo de não sair do lugar, de não conseguir melhorar, de não saber me superar, de não saber superar. Tenho medo de perder, de nunca ter, de jamais voltar, tenho esse medo louco de saber, de querer, de sofrer.
Tenho medo de lembrar, de voltar a chorar, do meu coração apertar, e do ar faltar.
Tenho medo dessa história, da tragédia romântica, de não parar de pensar, de não conseguir parar de me torturar.
Tenho medo dos meus ciúmes, da falta de controle da minha mente, da antecipação.
Tenho medo da verdade, porque admitir isso me tira o sono, me faz querer chorar, me faz desistir de ser quem eu sou. Tenho medo do que eu já sei, de que foi só uma ilusão. De um sentimento que existiu aqui dentro de mim que insiste em me lembrar do quanto era bom.
Tenho medo da conclusão que eu chego todos os dias que teria dado a vida pra alguém que me enganou.
E por mais que doa, por mais que eu me levante todos os dias insistindo na minha força.
Eu sei …
Infelizmente o nome disso é amor.”
— O sorriso do meu melhor amigo, escondidadevc (via edv-diary)

“Então, fica mais, fica mais um pouco, porque muito de você pra mim ainda é pouco.”
— Charlie Brown. (via distancializar)

THEME